A Honda, uma das marcas mais vendidas e de maior credibilidade no mundo, apóia há 20 anos o maior rally de regularidade da América Latina, o Piocerá/Cerapió. Para 2011, o evento chega na 24ª edição, atraindo competidores de quase todos os estados do país e ainda de outros países. É um dos eventos off-road mais badalados promocionalmente e um dos mais competitivos. A modalidade moto, como sempre, é uma das mais procuradas e a expectativa para 2011 é de cerca de 200 inscritos, uma vez ainda que a prova abrirá o Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade da CBM. O Gerente de RP da South America, Sérgio Bruno Pagnanelli, disse que a parceria está consolidada e que o retorno para a marca Honda Motos é positiva.

“O enduro Piocerá ou Cerapio é um dos maiores eventos off-road do pais e reúne um numero grande de competidores, distribuídos em várias categorias e modalidades. Os pilotos de moto patrocinados pela Honda - Dário Julio e Sandro Hoffman - venceram muitas edições do evento. Há alguns anos, ele passou a fazer parte do Brasileiro de Enduro de Regularidade e temos conseguido um bom retorno do investimento que fazemos. Além disso, a organização é profissional e merece nosso apoio”, destacou Pagnanelli.

Além do apoio a eventos, a Honda cresce e nesse ritmo também desenvolve uma série de projetos sociais e ambientais. Pagnanelli disse que são dezenas de projetos que visam tornar o mundo melhor e menos poluído. Segundo ele, a Honda, que também fabrica automóveis e acessórios, valoriza o compartilhamento da alegria com as pessoas ao redor do mundo por meio de atividades socialmente responsáveis, em acordo com a filosofia Honda de Respeito pelo Indivíduo e das Três Alegrias.

“Acima de tudo, buscamos que a sociedade venha a desejar que a Honda exista em todas as comunidades. O lema Together for Tomorrow (Juntos para o Amanhã), utilizado para representar as ações sociais realizadas pela Honda em todo o mundo, transmite a filosofia que permeia suas atividades ao demonstrar que a união com as comunidades que abrigam suas operações é o caminho para ajudar na construção de um mundo melhor e mais justo para as gerações futuras”, destacou.

           Ele ressalta que as atividades sociais da Honda são focadas em quatro áreas: Meio Ambiente, Educação, Comunidade e Segurança no Trânsito. “O respeito ao meio ambiente sempre pautou as ações da Honda desde a sua fundação, em 1948, no Japão. Nosso desafio é atender as demandas da sociedade de forma sustentável. Por isso, nos esforçamos para que nossos processos fabris e produtos sejam cada vez mais amigáveis ao meio ambiente”.

No Brasil, assim como em todas as demais regiões do mundo, todas as fábricas da marca praticam o programa Green Factory (Fábrica Ecológica), que atua em diversas frentes, como tratamento de efluentes, redução da geração de resíduos no processo produtivo e melhoria da eficiência no uso de energia.

Com relação ao desenvolvimento de novas tecnologias, o FCX Clarity, automóvel movido a célula de combustível que emite apenas vapor d’água na atmosfera e a CG Titan Mix, primeira motocicleta bicombustível do mundo, são alguns dos exemplos deste compromisso da Honda com a redução de impactos ambientais. “Além destes produtos, podemos citar: Híbridos: o desenvolvimento de motores que utilizam eletricidade e gasolina é um exemplo da busca por soluções inovadoras, que conciliam desempenho e fontes alternativas de energia. Os automóveis que possuem versões com esse avançado sistema são o Honda Insight, CR-Z, os modelos Accord, Civic e Fit”, explicou.

            Pagnanelli também citou o HondaJet, equipado com motor HF118 e tem como um de seus principais diferenciais a baixa emissão de poluentes, além de ser dotado de um software especificamente destinado a otimizar o fluxo de ar do propulsor, o que se traduz em melhor desempenho e menor consumo de combustível, cerca de 40% menos que os modelos convencionais.

            O Honda FCMC é outro exemplo, dotado da tecnologia de célula de combustível, desenvolvido sobre a plataforma de um scooter de 125 cm³, utiliza o sistema Honda FC Stack, que consiste em um ultracapacitador que armazena energia, no caso, o hidrogênio sob alta pressão. Esse sistema proporciona economia e alta performance, sem poluir o ambiente.

Outro produto ecologicamente correto é o Triciclo elétrico, apresentado no Salão de Genebra, que aconteceu em março deste ano, na Suíça, seu triciclo conceito 3R-C. O veículo elétrico tem como principais diferenciais seu design revolucionário e emissão zero de gases poluentes. Desenvolvido pela Honda Research and Design de Milão, na Itália, o 3R-C é um veículo individual que mistura as características de fácil mobilidade e economia de um scooter, com o conforto e segurança de um carro. O motor é alimentado por baterias de íon de lítio, recarregadas em tomadas de energia elétrica convencional e pelo sistema de frenagem regenerativa.

Maior fabricante de motores do mundo, a Honda é pioneira na utilização da tecnologia de 4 tempos na fabricação de seus produtos de força (motores de popa, geradores, motores estacionários e cortadores de grama, entre outros). Mais eficiente e menos poluente do que os motores de 2 tempos, a tecnologia também contribui para a redução das emissões atmosféricas. A empresa estabeleceu uma nova subsidiária, a Honda Soltec Co. Ltd., para conduzir a Honda no negócio de células de energia solar para uso doméstico e industrial. Na América do Sul, a sede administrativa da Honda foi escolhida para abrigar os primeiros estudos e testes de implementação do uso de energia renovável a partir de painéis solares.

TRÂNSITO- A Honda tem, como filosofia global, não apenas oferecer produtos de qualidade e tecnologia a seus consumidores, mas também proporcionar a eles condições de usufruí-los com segurança. “Por isso, desenvolve em todo o mundo iniciativas voltadas à promoção de um trânsito mais harmonioso para todos – motoristas, motociclistas e pedestres. No Brasil, esta filosofia já era colocada em prática antes mesmo de a empresa instalar sua fábrica de motocicletas em Manaus (AM), em 1976. Com o passar das décadas, as ações educativas em prol da Harmonia no Trânsito intensificaram-se cada vez mais e, atualmente, acontecem em várias frentes. A empresa desenvolve o programa Harmonia no Trânsito, que envolve todas as áreas da companhia na discussão e execução de programas que visem à melhoria do trânsito, a partir da educação” disse.

 Entre as atividades realizadas estão o Clubinho Honda, que tem como objetivo a educação infantil; o site Piloto Mais; os quadrinhos “O Super Motociclista”, que acompanham os manuais dos proprietários de motocicletas Honda; o trabalho desenvolvido nos Centros Educacionais de Trânsito Honda (CETH) e nos 70 Centros Educacionais de Trânsito das Concessionárias (CETC) distribuídos por todo o País, além do apoio a diversas ações de órgãos e entidades de classe, como a Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e Prefeituras de vários municípios. Acesse www.honda.com.bre saiba mais sobre a marca.

 

 

Por Márcia Cristina
Aldeia Com

 

Notícias mais recentes

11/08/2020
Lives do Rally Piocerá/Cerapió contam com representantes do Piauí e Ceará
29/06/2020
Mulheres dominam Live exclusiva para elas do Rally Piocerá/Cerapió
22/06/2020
Conversa de campeões marca Live com o pessoal dos carros e UTVs do Rally Piocerá/Cerapió
15/06/2020
Terceira Live do Rally Piocerá/Cerapió reúne integrantes das motos e quadriciclos
05/06/2020
Bate-papo com galera das bikes agita os canais do Rally Piocerá/Cerapió