Roteiro pronto e inscrições abertas para o maior rali de regularidade das Américas, o Piocerá 2013. A Radical Produções, que organiza o evento, definiu o roteiro e começa a preparar suas equipes para a organização da prova. A principal característica do percurso idealizado pelo diretor geral Ehrlich Cordão são as regiões serranas do Nordeste ou o Circuito Serras Nordeste. O evento começa no dia 20 de janeiro, em Teresina, capital do Piauí, e termina no dia 25 de janeiro, em Fortaleza, capital do Ceará. As belezas naturais por onde passarão carros 4x4, motos, quadriciclos e bikes prometem ser a sensação dessa edição, que terá mais de 900 km de percurso.

O evento começa no domingo, dia 20 de janeiro, com as vistorias técnicas e médicas. No dia 21, mais vistorias, a largada promocional e os briefings técnicos. No dia 22, motores roncando e muita adrenalina para ser liberada com a largada oficial. Todas as modalidades deixam Teresina, rumo ao norte do Piauí. As bikes encerram o 1º dia em Campo Maior e as demais modalidades desaceleram e pernoitam em Pedro II. No dia 23, nova largada de Pedro II rumo ao Ceará, com parada em Ubajara, onde as bikes fazem um circuito. No dia 24, 3º dia de prova, a largada era de Uabajara até Guaramiranga para carros, motos e quadriciclos. As bikes voltam a fazer um circuito, dessa vez com largada e chegada em Guaramiranga. O 4º e último dia de prova será entre Guaramiranga e Fortaleza. As bikes largarão de Palmácia e encerram a prova em Fortaleza.

            Serra dos Matões – No 1º dia de prova, a organização priorizará os roteiros do sertão e caatinga nordestinos. Após deixar Teresina, trilhas virgens marcarão o dia, com passagem por vários municípios, como Altos, Campo Maior até a região de Pedro II, localizada na Serra dos Matões, na divisa com o Ceará. Em toda esta edição, as características da prova serão as mudanças constantes de temperatura, devido às subidas e descidas das serras, que chegam até 900 metros de altitude em relação ao nível do mar. Trechos litorâneos, diferente de outros anos, somente no último dia de prova. A parada será em Pedro II, a 220 km da capital Teresina, onde a temperatura pode chegar a 16 graus positivos à noite e mais de 30 graus durante o dia. A região possui cenários naturais belíssimos, como o Morro do Gritador, a 730 metros de altitude. A cidade acolhedora, terra da pedra semipreciosa opala, com seu estilo arquitetônico barroco, é um atrativo para os competidores após um dia técnico e cansativo de competição.

            Serra Grande – Ou Serra da Ibiapaba, este será o cenário das disputas no 2º dia de prova, do começo ao fim. Afinal, a prova deixa Pedro II e segue rumo a Ubajara. Um dia que promete ser técnico e de raras belezas. Haja fôlego, braços, pernas e muita contemplação. A última vez que a prova passou por Ubajara foi no Piocerá de 2011. A cidade cearense, assim como Tianguá, São Benedito, Ibiapina, Croatá, Ipu e Guaraciaba do Norte estão encravadas na Serra Grande, além de Viçosa do Ceará. A região é rica em produção de hortaliças, que abastecem mercados de vários municípios cearenses e piauienses. O clima na região é ameno com temperaturas que variam de 16 a 28 graus.

Maciço do Baturité – O 3º dia de prova deixa Ubajara e segue para outros encantos serranos do Ceará, dessa vez rumo à bela e aconchegante Guaramiranga, encravada nas serras. A 110 km de Fortaleza e a 865 m de altitude, Guaramiranga está situada na Área de Proteção Ambiental do Maciço de Baturité, região de clima ameno, com temperatura entre 18 e 25 graus, de clima úmido e vegetação típica da mata atlântica, uma região de muitas flores e um convite para o relaxamento. O Pico Alto, a 13 km do centro da cidade, é um dos atrativos da Serra de Baturité. A última vez que a cidade de Guaramiranga foi pernoite da prova foi no Cerapió de 1994.        

            No 4º e último dia de prova, os competidores do Piocerá deixam o maciço de Batirité rumo a Fortaleza, onde a prova será encerrada no Porto das Dunas. Até lá, vários municípios estão no roteiro, como Maranguape, Palmácia, Pacoti e Aquiraz, este que fica a 27 Km de Fortaleza. A vegetação e o terreno nesse dia já mudam bastante e, na reta final, muitos trechos de areia, dunas e praias.


Dessa vez é Piocerá, mas com certeza melhor será!

 

Aldeia Com.

Notícias mais recentes

29/06/2020
Mulheres dominam Live exclusiva para elas do Rally Piocerá/Cerapió
22/06/2020
Conversa de campeões marca Live com o pessoal dos carros e UTVs do Rally Piocerá/Cerapió
15/06/2020
Terceira Live do Rally Piocerá/Cerapió reúne integrantes das motos e quadriciclos
05/06/2020
Bate-papo com galera das bikes agita os canais do Rally Piocerá/Cerapió
26/05/2020
Rally Piocerá lança 34ª edição para 2021 entre Piauí e Ceará