A capital cearense recebe uma das maiores caravanas off-road da América Latina. O 33ª Rally Cerapió movimenta todo o Brasil e já teve os seus trabalhos iniciados nesta segunda-feira (27), com os briefings, vistorias técnicas, largada promocional e show de manobras radicais. A partir de terça-feira (28), a prova começa de fato, num misto de muitas emoções e aventuras.

“Vamos iniciar para valer o 33º Rally Cerapió e haja coração para aguentar as quatro etapas. Acho que neste ano temos condições favoráveis para uma prova de alto nível, sem falar que o clima está ameno”, avalia o diretor geral do evento, Ehrlich Cordão.

Nesta edição, a prova movimenta competidores de 22 estados brasileiros, mais o Distrito Federal, além de estrangeiros, reunindo no total 417 participantes inscritos, sendo 150 nas bikes, 140 nas motos, 98 nos carros, 24 nos UTVs e cinco nos quadriciclos.

A prova também aquece o turismo e economia da região. Em diversas cidades, aumenta o movimento do comércio durante a passagem da prova. São hotéis com todos os quartos ocupados; postos de gasolina com cerca de 65 mil litros de combustível são consumidos, além de bares e restaurantes abastecidos para suprir a demanda de um a caravana de mais de mil pessoas. Em Teresina, por exemplo, 62% dos leitos de hotéis e pousadas ficam ocupados nos dias em que a prova passa pela capital.

Nesta terça-feira (28), os carros, motos, UTVs e quadriculo partem de Fortaleza (CE) e seguem até Sobral (CE). Já as bikes largam de Itapajé (CE) e também têm como destino final Sobral (CE). Na segunda etapa, quarta-feira (29), a prova de regularidade começa em Sobral (CE) até Pedro II (PI) e as bikes fazem um circuito na região de Pedro II. A terceira etapa, na quinta-feira (30), terá largada em Pedro II para as categorias de regularidade, com chegada em Teresina (PI); enquanto as bikes farão um circuito na região em Teresina. Na última etapa, sexta-feira (31), os bikes, carros, motos, UTVs e quadriciclos encaram um circuito na capital piauiense.

"Muito além de um rally"

O Rally Cerapió não se resume às aventuras e emoções nas trilhas. Diversas ações sociais programadas beneficiam as comunidades da região. Todos os inscritos na prova fizeram a doação de uma cesta básica durante a vistoria técnica. Os alimentos arrecadados vão para obras sociais atendidas pelo Rotary Club Fortaleza.

O “De Olho na Trilha” é outra iniciativa social do Rally Cerapió. Em parceria com as Ópticas Jockey, a comunidade Taboca do Pau Ferrado, zona rural de Teresina, receberá consultas oftalmológicas e distribuição de óculos gratuitas. Esta é uma ação presente no evento há oito anos.

Outro projeto é a “Bibliotecarro”, que fará doações de livros para as comunidades rurais por onde a prova passa, de forma humanizada e conversando com os moradores da região. Nesta primeira edição, o projeto vai montar uma biblioteca ao final do evento em uma entidade escolhida pelos organizadores, no caso, a APAE de Teresina.

O Rally Cerapió 2020 tem patrocínio do Governo do Piauí - Setur e do Governo do Ceará - Setur, Consórcio Honda, Prefeitura de Teresina e Minstério do Turismo. O apoio é da Prefeitura de Fortaleza - Setfor, Reron, Audax, Caixa Econômica Federal, com parceria do Teresina Shopping, Marko Informática, Cetseg. Colaboração das Prefeituras de Pentecoste (CE), Itapajé (CE), Sobral (CE), Groaíras (CE), Carnaubal (CE), Domingos Mourão (PI), Pedro II (PI), Campo Maior (PI) e União (PI). A organização é da Radical Produções.


Texto: Beto Marques

Notícias mais recentes

11/10/2020
Começa o levantamento do percurso das Bikes para o Rally Piocerá 2021
02/10/2020
Organização do Rally Piocerá realiza visita técnica nas cidades da edição 2021
11/08/2020
Lives do Rally Piocerá/Cerapió contam com representantes do Piauí e Ceará
29/06/2020
Mulheres dominam Live exclusiva para elas do Rally Piocerá/Cerapió
22/06/2020
Conversa de campeões marca Live com o pessoal dos carros e UTVs do Rally Piocerá/Cerapió