A velocidade foi o que marcou o segundo dia de rally de bike no Cerapió 2012. Os ciclistas desenvolveram até 40 Km/h em 85 Km de prova considerada de dificuldade média para alta. Em todo o percurso havia somente uma zona de apoio técnico, localizada no Km 40 (na metade da prova). Com isso, os atletas precisariam sair com mais bagagem, aumentando a dificuldade para pedalar. Havia pontos de distribuição de água a cada 20 Km.

Segundo o diretor de prova, Zenardo Maia, os bikeres enfrentaram altas temperaturas em uma trilha que se dividiu entre zonas arenosas e trechos de caatinga. “Eles partiram da praia de Mundaú, um local muito bonito, exótico e tiveram que enfrentar de cara uma duna gigante. Após as dunas, veio a trilha que entrava em uma localidade de sertão. Foram 75 Km de trecho cronometrado com altas temperaturas”, disse o diretor.

Em um dia quente, os ciclistas tiveram que pedalar a uma temperatura de 39 graus. As dunas representaram uma grande dificuldade e muitos preferiram empurrar as bikes. Após dois quilômetros e trinta metros de um trecho bastante arenoso, a 55 Km da largada, considerado trecho de sertão com vegetação verde e veredas estreitas. No caminho, eles se refrescaram em um pequeno riacho, com água limpa e fria.

O trecho de caatinga foi sob um sol causticante. A vegetação seca era o cenário para mais esforço dos ciclistas contra o clima adverso. Na região de Chafariz, os atletas passaram pela localidade onde as casas foram desapropriadas para a construção de um açude. “As dunas foram muito cansativas, e no final não fez tanto sol. A trilha foi muito boa, melhor do que no primeiro dia”, disse o ciclista de Juazeiro do Norte (CE) Gustavo Moura, da equipe Binnos Alimentos, que pela segunda vez participa do Cerapió na categoria Sub 40.

O grande destaque do segundo dia de prova foi o ciclista Lindomar Ferreira da categoria Sub 40. Com pedaladas muito fortes, ele conseguiu puxar os outros ciclistas que terminaram toda a prova em 2h10 contra 3h06 do dia anterior que teve 92 Km. “Espero fazer boas provas, que venho de outros campeonatos e estou preparado”, afirma Lindomar.

Quatro ciclistas chegaram empatados em primeiro lugar no segundo dia de competição. São eles: Thiago Drews Elias (MG), Jardel Silva Lima Moura (CE), Lindomar Ferreira dos Santos (PI), José Ivanildo de Sousa e Silva (PE).

As mulheres também se destacam no Cerapió. Presença marcante é a campeã do rally em 2011, Renata Silva. “Esta é a terceira vez que participo do rally e quero ficar bem colocada”, disse a ciclista que é da cidade de Ouricuri (PE).

Por: Cíntia Lucas

Aldeia Com.

Notícias mais recentes

29/06/2020
Mulheres dominam Live exclusiva para elas do Rally Piocerá/Cerapió
22/06/2020
Conversa de campeões marca Live com o pessoal dos carros e UTVs do Rally Piocerá/Cerapió
15/06/2020
Terceira Live do Rally Piocerá/Cerapió reúne integrantes das motos e quadriciclos
05/06/2020
Bate-papo com galera das bikes agita os canais do Rally Piocerá/Cerapió
26/05/2020
Rally Piocerá lança 34ª edição para 2021 entre Piauí e Ceará